COMO ENGROSSAR PERNAS FINAS E COMO AFINAR PERNAS GROSSAS

 

As magras querem ganhar 'sustância', enquanto as bem servidas têm como fantasia cruzar as pernas sem se preocupar com possíveis excessos. Aqui, um programa completo e turbinado para engrossar ou afinar as pernocas.
(Programa elaborado pela professora de musculação da Competition (SP) Ângela Cristina Rossi).

ENGROSSE AS FINAS

1. a. Em pé, coloque a perna esquerda à frente apoiando o pé no step. Como a coluna reta segure um pesinho em cada mão e mantenha a perna direita estendida.
b. Flexione os joelhos das duas pernas a um ângulo de 90 grau. Volte à posição inicial contraindo o bumbum. Ao final da série, faça com a outra perna.
Trabalha: a parte de trás das coxas e glúteos.

2. a. Em pé, pernas afastadas na largura dos ombros, pés paralelos. Ainda com os pesnhos, estenda os braços para a frente.
b.Agache, como se fosse sentar em uma cadeira. Não deixe os joelhos ultrapassarem a linha dos pés.  Retorne à posição inicial sem estender totalmente as pernas.
Trabalha: a parte da frente e de trás das coxas.

3. a. Deitada de lado com caneleiras, cabeça apoiada, coloque uma perna sobre a outra e flexione os joelhos.
b. Eleve a perna que está em cima e volte sem encostá-la na outra.  Ao final da série, repita do outro lado.
Trabalha: a região lateral externa das coxas.

4.  Agora, em pé, apóie as mãos numa cadeira. Deixe as pernas levamente flexionadas. Dobre o joelho direito elevando a perna em direção ao bumbum. Mantenha a coluna reta e o abdômen contraído. Volte e repita com a outra perna.
Trabalha: a parte de trás das coxas.

5a. Deitada de costas no colchonete, mãos sob os quadris e pernas elevadas e semiflexionadas. Deixe a coluna reta e o abdômen contraído.
b. Abra as pernas até os eu limite e feche retornando à posição inicial.
Trabalha: atoda a parte interna das coxas.

6. a. Deitada de lado, perna esquerda estendida e direita flexionada com o pé à frente.
b. Eleve a perna esquerda até o limite sem tirar o pé direito do chão. Volte à posição inicial sem encostar no solo.  Ao final da série, repita do outro lado. 
Trabalha: a parte interna das coxas.

Empenhe-se em fazer menos repetição e usar mais sobrecarga, já que é ela quem promove a tensão no músculo fazendo com que ele aumente de volume.
Então, na 1ª, na 2ª e 3ª semanas, faça 3 séries de 15 repetições usando caneleiras de 2 kg.  A partir da 4ª pratique 3 séries de 10 a 12 repetições com caneleiras de 3 kg.
Os aeróbicos mais indicados são mountain bike, balé, caminhar na beira da água na praia, subir escadas ou jogar vôlei.

 

PARA AFINAR AS PERNAS GROSSAS

Aposte em mais repetição e menos sobrecarga.  Essa é a fórmula secreta para o músculo ficar resistente e agüentar os sucessivos movimentos para queimar mais gordura. Sendo assim, na 1ª, e 2ª semanas faça 3 séries de 15 repetições sem usar sobrecarga.  A partir da 3ª pratique 3 séries de 25 a 30 repetições usando caneleiras de 1 a 2 kg. 
Os aeróbicos mais indicados são natação, caminhada ou corrida leves e esportes como basquete. (Extraído da Revista Corpo a Corpo de março/2001).

A SOLUÇÃO COM PRÓTESE DE SILICONE

Mas, se você não tem coragem para fazer musculação até engrossar as pernas, há uma outra solução.  Hoje alguns cirurgiões plásticos colocam um prótese de silicone que dá uma perfeita aparência de músculo bem malhado.

"Criada há cerca de 30 anos, na França, as próteses para pernas eram feitas de enxerto de gordura e tinham como principal objetivo a reconstituição de membros danificados por acidentes. As próteses, já feitas de silicone, para fins estéticos, começaram a ser utilizadas na década de 80. As primeiras cirurgias, no Brasil, tiveram como objetivo melhorar o aspecto das seqüelas de poliomielite (doença já erradicada no país, causada por um vírus que penetra no corpo do homem através da garganta ou intestino, fruto, na maioria das vezes, de condições inadequadas de higiene).
Atualmente, a prótese de silicone é indicada para quem ter pernas finas ou tortuosas, que podem ou não formar um vão entre elas. Para a correção desses casos, o silicone é colocado na parte interna das coxas, panturrilha e tornozelo. O cirurgião plástico, Nicola Menichelli Netto, especialista neste tipo de cirurgia há mais de 25 anos, afirma que o silicone não é necessariamente colocado só numa dessas partes, mas na perna como um todo, para corrigir as imperfeições. Segundo ele, a cirurgia dos membros inferiores é dividida em glúteo, perna (abaixo do joelho) e coxa. A separação tornozelo, panturrilha e coxa é mais comum nos Estados Unidos, onde as próteses são mais usadas para fazer Body Building (reconstrução do corpo), cujo principal objetivo é ter o corpo musculoso e nã o apenas bem torneado. Os "falsos músculos" são alcançados com a prótese. No Brasil, a finalidade dos pacientes não é ficar com a perna musculosa, mas sim corrigir imperfeições e deixar a perna torneada
" (Plástica e Beleza, edição 29).

 

Ver mais sobre  BELEZA

 


.